Monthly Archives: Fevereiro 2012

A, E, I, CamaraRave é Guarani!!


Amigo bugrino, na quarta-feira presenciei com as crianças a vitória do Guarani sobre a Lusa em um lugar muito especial e junto a bugrinos muito especiais também. A convite do amigo Davi Duchovni, conhecemos a instalações do CamaraRave, um camarote animado situado abaixo do Tobogã, que torceu o jogo todo e vibrou com o desempenho do Bugre!

A, E, I, CamaraRave é Guarani!!! 🙂

O CamaraRave é ajeitado! Está decorado em verde e branco, tem geladeira, ventilador e muitas (muitas!) fotos do Guarani e sua história! A galera é muito animada também e possui algumas faixas. Uma delas é homenagem ao terceiro time de Campinas, àquelas da beira do trem. Aquelas que não são, nunca foram e nunca serão! 🙂

Um grande abraço ao pessoal animado do CamaraRave esta semana (Davi, Augusto Alves, Leandro Silva, Bruno Rangel, Bruno Loiola, Longo, Claudete, Aras e Daniel)!

Guarani 1×0 Portuguesa – 08/02/2012


E quem não ganha nada, faz glu-glu!

São Caetano 0x1 Guarani – 05/02/2012



Tudo em seu lugar em Campinas!

Bons fluidos nos bastidores do Guarani


Amigo bugrino, e não é que recebi um convite especial e inesperado de um amigo e colega antigo, o Aldo, para acompanhar um treinamento do time profissional do Guarani Futebol Clube? Parece burocrático e técnico, não é? Nunca!!! Eu sou torcedor! Aceitei prontamente. Coordenei então tudo em casa com a patroa: coloquei camiseta nos garotos, arrumamos canetas, cadernos e livros para os autógrafos e tocamos para o Brinco hoje! Expliquei para os garotos se comportarem, não atrapalhar o treino, que é coisa séria, etc.

Conheci Vander Batistella, o treinador de goleiros do Bugre, gente muito boa e treinador exigente. Ele logo tratou de apresentar os jogadores às crianças e ajudou  com as fotos e autógrafos. Tudo muito natural e amigável. Entre funcionários e jogadores bem humorados, alguns acompanhados de familiares e filhos, percebe-se no Guarani  um clima suave e tranquilo. Isso é essencial para o desenvolvimento do time. Que continue assim.

Muito legal puxar conversa com craques do passado (João Paulo) e os profissionais do presente do Guarani. Gente educada e comprometida com o Bugre. Destaques para os atenciosos Émerson,  Fabinho, Juliano, Ewerton Páscoa, Domingos (quem diria! o cara é legal!).  Foi possível também conversar e celebrar o retorno de Neto, depois de vários meses afastado por contusão. Ele está bem feliz também.

O diálogo com Domingos foi um show à parte: “Ei, Domingos, nenhum cartão ontem?”. Ele: “Ah, aquele precisou, viu?”. Eu: “É, ficou barato, né?” 😀

Vadão e Gersinho também apareceram e atenciosamente também puderam conversar antes de uma entrevista coletiva. A conversa foi bem humorada, principalmente sobre a “discussão” que ele teria tido com Leão ontem no Morumbi.

Finalmente nos treinos, as crianças ficaram impressionadas com as atividades com os goleiros. Eles puderam ajudar, buscando as bolas que saiam perdidas.

Esse é o Guarani. Formado e liderado por atletas profissionais e por uma torcida apaixonada. Essa união é essencial para a superação do que vier pela frente.

São Paulo 1×1 Guarani – 02/02/2012


Porque só um time em Campinas pode reeditar uma Final de Campeonato Brasileiro.
Imagens: PremiereFC

%d bloggers like this: