Monthly Archives: Novembro 2012

CRB 2×1 Mingone FC; Mingone FC 1×2 São Caetano (24/11/2012)



Marcelo Mingone não só derrubou o Guarani como fugiu covardemente da presidência do clube. Além de desonesto, foi covarde. O Guarani nasceu de coragem e independência. É um Campeão Brasileiro. O rebaixamento é triste, mas não é vergonha.

Dizem as #NuncaSerão este ter sido o fundo do poço. Que tolinhas elas. Em um dos anos mais triste do Guarani, ele ganhou o dérbi mais importante da história e foi vice-campeão Paulista – aliás, o máximo que a xita chegou em 112 anos não comprovados de história ruim – 😉

Só para deixar claro…


GUARANI FC. Foi esse time que escolhi para torcer, na situação que estiver. Ele foi o único Campeão Brasileiro do Interior do Brasil. Já assisti a 2 finais de primeira divisão com ele. Elite é questão de conquista e de caráter. Deve-se ter os dois. Meu time domina a rival em vitórias em dérbis e ganhou o dérbi mais importante da história. Nunca fez cai-cai no Morumbi, nem colocou locutor oficial para ofender a torcida rival, nem mente a data de fundação para advogar ser o mais velho do Brasil. Meu time é elite de caráter quando ganha e quando perde. O Guarani foi assolado por presidentes ladrões e a rival tem um presidente credor de todo seu patrimônio. O Guarani vai se reerguer porque tem luz própria. E eu estarei lá com ele também.

Mingone renuncia


Amigo bugrino, hoje tivemos a notícia da renúncia covarde do presidente Mingone. Um homem que claramente usou o Guarani para benefício próprio e lesou nosso amado time.

Este blog não fica em cima do muro e não admite gestores incompetentes e mal-intencionados no comando do Bugre. Temos de imediato o desafio da permanência à Série B e depois cobraremos esclarecimento sobre tudo de errado que Mingone e Leonel fizeram no Guarani. Se a nova gestão do Bugre não fizer isso de forma assertiva, é porque também não prestará.

Parabéns à Torcida Bugrina, por ter e exercer o direito de afastar do Guarani qualquer ser nefasto. Ao contrário das peruas de Neverland, não somos reféns de um presidente credor. Nosso futuro é de liberdade. O delas é que é incerto.

Mingone em foto de quando era dirigente da base do Guarani. Há 1 ano. Interessante como a presidência o deixou “de roupagem nova”…

Avaí 1×0 Guarani – 09/11/2012


O último jogo da nefasta era Mingone.

Guarani 2×1 ASA – 06/11/2012


É preciso cornetar com consciência! Critiquei Vadão e Vílson Tadei por não consequenciar o desempenho da equipe em mudanças. Colocar jogador acomodado no banco! Hoje ele mudou meio time e o resultado veio… pois é 😉 Valeu, Tadei!

%d bloggers like this: